ACESSIBILIDADE   | INTRANET  |  ACESSO À INFORMAÇÃO  |  SIC-OUVIDORIA   Botão Instagram TJRR   Botão Facebook TJRR   Botão Youtube TJRR   Botão Twitter TJRR

ENERGIA SOLAR - Substituição da matriz energética do TJRR resultará na economia de gastos e consumo sustentável

O próximo passo  é viabilizar o processo que iniciará a implementação da energia renovável nas unidades do judiciário roraimense. 

 

Fotos: Nucri TJRR 

Presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Cristóvão Suter sentado em mesa de reuniões com servidores, com um notebook sobre a mesa e uma TV ao fundo.

 

Como parte da política de sustentabilidade do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR), que inclui a substituição da matriz energética tradicional para solar,  a Comissão de Gestão Socioambiental apresentou ao presidente do Poder  Judiciário, desembargador Cristóvão Suter, o projeto com estudos para a implantação da energia solar nos prédios do judiciário roraimense. A reunião ocorreu na manhã desta terça-feira, dia 8.

Para o presidente do TJRR, a iniciativa é positiva e deve ser levada adiante. “O projeto é extremamente interessante e viável ao Tribunal e nesse sentido orientamos para que haja seguimento e que efetivamente se instale aqui uma nova matriz energética, adequada principalmente às questões ambientais”, destacou Suter.

O juiz Nildo Inácio, que presidente a Comissão de Gestão Socioambiental, reforçou que a iniciativa visa principalmente à redução de gazes poluentes ao meio ambiente.   “O Tribunal de Justiça com o compromisso da sustentabilidade, objetiva reduzir essas emissões de gás carbônico no consumo de energia elétrica (termoelétrica), aderindo a uma postura sustentável e ambientalmente adequada”, enfatizou o magistrado.  

Quanto aos detalhes técnicos e econômicos, a arquiteta do Poder Judiciário, Claudete Pereira, afirma que a baixa no que diz respeito as contas de energia elétrica, será considerável. “ Os principais benefícios serão  a redução dos custos nas faturas de energia, além da questão de energia limpa, pois ela [energia solar] é uma energia completamente limpa”, pontuou. 

O engenheiro eletricista do TJRR, Silvio Soares de Morais Silvio, adiantou que agora o próximo passo será iniciar os trâmites para a licitação da empresa que irá executar os serviços. “Estamos com os estudos técnicos concluídos e agora será assinado o termo de referência para dar encaminhamento ao processo licitatório”, confirmou o engenheiro.

 

Além de ser renovável, a energia solar é considerada limpa e sustentável, pois é obtida por meio da conversão direta da luz do sol em eletricidade, através do efeito fotovoltaico, que é a criação de tensão elétrica ou de uma corrente elétrica em um material, após a exposição à luz.

 

Botão Instagram TJRRBotão Youtube TJRRBotão Facebook TJRRBotão Twitter TJRR

Palácio da Justiça - Desembargador Robério Nunes dos Anjos
Endereço: Praça do Centro Cívico, 296 - Centro - 69.301-380

Telefones:

3198.2800 - Palácio da Justiça
3198.4700 - Fórum Cível
3194.2699 - Fórum Criminal
3198.4900 - Prédio Administrativo
36215100 - Vara da Infância e Juventude

PLANTÕES DE ATENDIMENTO - SÁBADO, DOMINGOS E FERIADOS

Plantão Judicial 1ª Instância: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Judicial 2ª Instância: ☎ (95) 98404 3123
Núcleo de Plantão Judicial e Audiência de Custódia: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Vara da Justiça Itinerante: ☎ (95) 98404 3086