ACESSIBILIDADE   | INTRANET  |  ACESSO À INFORMAÇÃO  |  SIC-OUVIDORIA   Botão Instagram TJRR   Botão Facebook TJRR   Botão Youtube TJRR   Botão Twitter TJRR

JUSTIÇA RESTAURATIVA - TJRR participa de reunião com o Conselho Nacional de Justiça para alinhar as ações

O encontro  contou com a participação de todos os Tribunais do Norte do país.  

Fotos: Nucri TJRR 

 

Foto do Coordenador do Comitê Gestor da Justiça Restaurativa, Luiz Fernando Keppen e o desembargador Cristóvão Suter, Presidente do Tribunal de Justiça, de costas, sentados em mesa de reuniões olhando uma TV que mostra pessoas em reunião online.

 

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) promoveu uma reunião para alinhar os trabalhos que têm sido realizados pelos Tribunais de Justiça do Norte do país em relação à política nacional da Justiça Restaurativa. A reunião foi guiada pelo coordenador do Comitê Gestor da Justiça Restaurativa do órgão, Luiz Fernando Keppen. 

De Roraima, o presidente do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR), desembargador Cristóvão Suter, participou das discussões e explicou que a preocupação do Poder Judiciário roraimense está relacionada com a ampliação das ações da Justiça Restaurativa, a fim de manter um alinhamento definido com os programas do CNJ. 

“O objetivo é sempre estabelecer incremento dessa Justiça tão importante, o que é um divisor de águas na justiça brasileira e que contribui para a pacificação, e fazemos todo esforço para que tenha uma implementação efetiva, segura e eficaz da Justiça Restaurativa em Roraima”, afirmou. 

 

Foto do Coordenador do Comitê Gestor da Justiça Restaurativa, Luiz Fernando Keppen e o desembargador Cristóvão Suter, Presidente do Tribunal de Justiça em mesa de reuniões, com notebook em cima dela. 

 

Após a fala do presidente, o desembargador Almiro Padilha, também se manifestou, e relembrou das atividades do TJRR em relação ao trabalho prestado às comunidades indígenas na região de Maturuca, localizada no município de Uiramutã, interior de Roraima.  

“Nós instalamos um polo de conciliação da Justiça restaurativa naquela região. Temos mais de 10 indígenas capacitados e diplomados para promover mediação. Eles fazem inclusive esse trabalho, registrando em ata cada caso, em duas línguas: materna (Indígena) e Português. Isso tem produzido bons efeitos, resolvendo os próprios conflitos, respeitando os costumes”, disse. 

No estado de Roraima, a abrangência da Justiça restaurativa diz respeito às Varas da Infância e Juventude e ao Juizado de Violência Doméstica Contra a Mulher, que têm realizado diversas ações voltadas à Justiça Restaurativa, além do programa Justiça Comunitária que leva a prática até as Escolas Estaduais, para mediação de conflitos. 

A reunião que discutiu o tema, ocorreu de forma virtual na manhã dessa quinta-feira, dia 27. 

 

Justiça Restaurativa A Justiça restaurativa é uma técnica de solução de conflito e violência que se orienta pela criatividade e sensibilidade a partir da escuta dos ofensores e das vítimas. Esse é o conceito institucional, adotado pelo CNJ, com a proposta de torná-la realidade em todo o país. A prática apresenta iniciativas cada vez mais diversificadas, proporcionando aos envolvidos maior dignidade e consciência do papel que exercem na sociedade.

Em Roraima a Justiça Restaurativa foi instaurada em 2016 e hoje, a sede, está localizada no Fórum Criminal. Para saber mais sobre como funciona o trabalho ou entrar em contato com o Núcleo da Justiça Restaurativa do TJRR, é possível pelo e-mail:  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Botão Instagram TJRRBotão Youtube TJRRBotão Facebook TJRRBotão Twitter TJRR

Palácio da Justiça - Desembargador Robério Nunes dos Anjos
Endereço: Praça do Centro Cívico, 296 - Centro - 69.301-380

Telefones:

3198.2800 - Palácio da Justiça
3198.4700 - Fórum Cível
3194.2699 - Fórum Criminal
3198.4900 - Prédio Administrativo
36215100 - Vara da Infância e Juventude

PLANTÕES DE ATENDIMENTO - SÁBADO, DOMINGOS E FERIADOS

Plantão Judicial 1ª Instância: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Judicial 2ª Instância: ☎ (95) 98404 3123
Núcleo de Plantão Judicial e Audiência de Custódia: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Vara da Justiça Itinerante: ☎ (95) 98404 3086