.

Ir para o Conteúdo  | Ir para o Menu  | Ir para o rodapé  | Ir para a Busca             Acessibilidade   | Intranet  |  SIC  |  Canal de Denúncia  | Ouvidoria   Botão do Instagram do Tribunal de Justiça de Roraima   Botão de acesso a rede social Facebook do TJRR   Botão de acesso ao canal de Youtube do TJRR   Botão  da Rede Social Twitter do TJRR

Selos Prêmios TJRR       

PROTEÇÃO - Relatório Patrulha Maria da Penha revela números sobre segurança e acesso à justiça para mulheres

 
Foram mapeados ainda, as localidades e o perfil das mulheres que estão em situação de violência e vulnerabilidade.
 
Fotos: Nucri TJRR
Foto de guardas municipais em pé ao lado de viatura da Patrulha Maria da Penha, seis do lado esquerdo e cinco do lado direito; em frente ao prédio do Fórum Criminal.
O relatório completo pode ser acessado no endereço: https://www.tjrr.jus.br/index.php/cevid-patrulha-maria-da-pena.
 
 
O Relatório anual dos atendimentos realizados pelo programa Patrulha Maria da Penha do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR) destaca ações realizadas em proteção e garantia do acesso à justiça para as mulheres assistidas.
 
Todo atendimento inicia após o deferimento das Medidas Protetivas de Urgência (MPU’s) pelo Poder Judiciário. Em 2020 foram atendidas cerca de 1.328 mulheres que passaram por algum tipo de violência. Foram, em média, 110 atendimentos por mês.
 
Os dados presentes no relatório, foram extraídos a partir de mais de 6.000 visitas à casa das vítimas e 130 informações diretas ao Judiciário sobre as violações das MPU’s.
 
O relatório anual é fruto do trabalho da Coordenadoria de Combate à Violência Doméstica do TJRR, que tem como coordenadora a juíza Suellen Márcia Silva Alves. “É por meio dos relatórios da Patrulha Maria da Penha que o descumprimento das medidas protetivas por parte do agressor chega até a justiça e as informações podem gerar a prisão dele por desacato às medidas”, reforçou a magistrada.
 
O relatório destaca também os bairros em que há mais mulheres em situação de violência de gênero, o perfil das vítimas, dos ofensores, além dos casos em que a violência está relacionada ao uso/abuso do álcool e drogas. Além disso, apresenta um comparativo entre o período mais acirrado da pandemia em relação a 2019, e ainda do número de mulheres imigrantes que receberam o serviço.
 
A Patrulha é coordenada pelo Judiciário Estadual em parceria com as Prefeituras, por meio da Guarda Civil Municipal (GCM) de cada localidade em que o programa atende. Atualmente a Patrulha está presente nos municípios de Boa Vista, Mucajaí e Caracaraí.
 
O relatório completo pode ser acessado no endereço: https://www.tjrr.jus.br/index.php/cevid-patrulha-maria-da-pena.

Ícone WhastsApp Ícone Instagram TJRR Ícone Twitter TJRR Ícone Facebook TJRR Ícone Linkedin TJRR Ícone Spotify TJRR Ícone TikTok TJRR Ícone Youtube TJRR

Palácio da Justiça - Desembargador Robério Nunes dos Anjos

Endereço: Praça do Centro Cívico, 296 - Centro - 69.301-380

Telefones:

3198-2800 - Palácio da Justiça
3198-4700 - Fórum Cível
3194-2699 - Fórum Criminal
3198-4900 - Prédio Administrativo
3621-5100 - Vara da Infância e Juventude

Logomarca do Tribunal de Justiça de Roraima

PLANTÕES DE ATENDIMENTO - SÁBADO, DOMINGOS E FERIADOS

Plantão Judicial 1ª Instância: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Judicial 2ª Instância: ☎ (95) 98404 3123
Núcleo de Plantão Judicial e Audiência de Custódia: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Vara da Justiça Itinerante: ☎ (95) 98404 3086

.
Acessibilidade Visual
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte