ACESSIBILIDADE   | INTRANET  |  ACESSO À INFORMAÇÃO  |  SIC-OUVIDORIA   Botão Instagram TJRR   Botão Facebook TJRR   Botão Youtube TJRR   Botão Twitter TJRR

CONSULTA ELETRÔNICA - Pesquisa realizada pelo TJRR indica adaptação de magistrados e servidores ao teletrabalho

 
O questionário avaliou dificuldades e benefícios enfrentados por magistrados e servidores com a modalidade de trabalho implantada para todos durante a pandemia
 
Fotos: Divulgação 
Baner do resultado da pesquisa sobre teletrabalho.
O teletrabalho está sendo considerada uma alternativa que veio para ficar
 
 
Preocupado com a saúde, bem-estar e produtividade de magistrados, servidores, estagiários e terceirizados, o TJRR (Tribunal de Justiça de Roraima), por meio da Corregedoria-Geral de Justiça, promoveu pesquisa para levantar as dificuldades e vantagens do teletrabalho, implementado para todos durante a pandemia do novo Coronavírus (Convid-19). No geral, 71% dos que responderam ao questionário afirmaram ter sido fácil a adaptação à nova modalidade de trabalho.
 
Os dados da pesquisa apontaram também que 81% dos consultados consideraram que as atividades em teletrabalho elevaram os níveis de produtividade. Outros 78% afirmaram que ocorreu aumento na concentração e 80% alegam elevação na satisfação com o trabalho desempenhado.
 
Ao todo, foram obtidas 756 respostas, sendo 45 de magistrados, o que corresponde a 81,81% dos atuantes, 677 respostas de servidores, representando 69,86% do total de servidores em atividade, e 34 de estagiários, representando 24,64% do total.
 
O corregedor-geral de Justiça do TJRR, desembargador Almiro Padilha, avalia como uma medida importante a realização dessa pesquisa e informou quais os próximos passos a partir dos resultados.
 
“A média das notas atribuídas ao desempenho das atividades durante o teletrabalho foi 8,64. A partir da pesquisa, a Corregedoria-Geral de Justiça baseará suas decisões analisando os resultados obtidos. É um avanço na tomada de decisões que impacta diretamente os participantes da pesquisa”, declarou.
 
Para a subsecretária de Planejamento, Gestão de projetos e Sustentabilidade do TJRR, Érika Horta, o teletrabalho é uma modalidade que veio para ficar. “Umas das principais vantagens é que podemos organizar os horários e alinhar as atividades profissionais com as familiares. Estamos perto da família, com isso, a produtividade. Encontramos poucos desafios no início. A montagem de um cantinho direcionado ao trabalho foi um deles, mas que hoje já está superado. Particularmente, está sendo uma experiência incrível e positiva trabalhar em casa”, avaliou a servidora.
 
A pesquisa completa pode ser acessada por meio do endereço eletrônico:
 

Botão Instagram TJRRBotão Youtube TJRRBotão Facebook TJRRBotão Twitter TJRR

Palácio da Justiça - Desembargador Robério Nunes dos Anjos
Endereço: Praça do Centro Cívico, 296 - Centro - 69.301-380

Telefones:

3198.2800 - Palácio da Justiça
3198.4700 - Fórum Cível
3194.2699 - Fórum Criminal
3198.4900 - Prédio Administrativo
36215100 - Vara da Infância e Juventude

PLANTÕES DE ATENDIMENTO - SÁBADO, DOMINGOS E FERIADOS

Plantão Judicial 1ª Instância: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Judicial 2ª Instância: ☎ (95) 98404 3123
Núcleo de Plantão Judicial e Audiência de Custódia: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Vara da Justiça Itinerante: ☎ (95) 98404 3086