.

Ir para o Conteúdo  | Ir para o Menu  | Ir para o rodapé  | Ir para a Busca             Acessibilidade   | Intranet  |  SIC  |  Canal de Denúncia  | Ouvidoria   Botão do Instagram do Tribunal de Justiça de Roraima   Botão de acesso a rede social Facebook do TJRR   Botão de acesso ao canal de Youtube do TJRR   Botão  da Rede Social Twitter do TJRR

Selos Prêmios TJRR       

RECUPERANDO A HISTÓRIA - Servidores do Centro de Memória e Cultura do TJRR realizam visita ao arquivo central do TJAM

Fotos: Nucri/TJRR
oto colorida de três pessoas com jalecos e máscaras sentadas em uma sala branca.
 
A preservação de documentos judiciais dos séculos passados é fundamental para a compreender a história, por isso, o historiador Hugo Mendes e a arquivista Kathleane Martins Almeida, servidores do Centro de Memória e Cultura do Tribunal de Justiça de Roraima (CMC/TJRR), realizaram de 21 a 24  de novembro, uma visita técnica ao Arquivo Central do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM). 
 
Durante a visita, foi  realizado estudo e a digitalização de processos judiciais que constam no acervo do Judiciário estadual amazonense, entre os séculos XIX e XX, devido ao modelo de organização Judiciária em vigor no Brasil, no qual a Região do Vale do Rio Branco, ainda estava sob a jurisdição do Estado do Amazonas. 
 
 Foto colorida de três pessoas em pé olhando para fotos expostas em uma sala.
 
Segundo o historiador do CMC/TJRR, Hugo Mendes, os estudos realizados no Arquivo Central do TJAM, revelam importantes dados históricos sobre a economia da época. 
 
"O conteúdo das pesquisas revelam fatos que demonstram o contexto da região diante das relações de grupos econômicos. O processo do ano de 1862, por exemplo, é uma das poucas fontes originárias da época em que éramos freguesia. Não existia uma instituição Jurídica na região, era necessário entrar com uma ação em Manaus diante de uma contenda, esse documento em específico trata de litígios que envolvem personagens regionais e conflitos próprios daquele período”, disse. 
 
O historiador também ressalta que a preservação desses documentos é importante para a compreensão do processo histórico da formação da cidade de Boa Vista. Pois a Justiça sempre teve o papel de intermediar eventos de ruptura da ordem, por isso, muitas vezes os processos tratam de acontecimentos que marcaram a época em que ocorreram, dependendo da gravidade impressionam até os dias hoje.
 
Foto colorida de três pessoas com jalecos e máscaras sentadas em uma sala branca.
 
A arquivista Kathleane Martins Almeida e o historiador Hugo de Souza Mendes, também visitaram o Centro Memorial e Cultural do Judiciário do Estado do Amazonas (CMC/TJAM), no dia 22 de novembro.
 
 
Ícone WhastsApp Ícone Instagram TJRR Ícone Twitter TJRR Ícone Facebook TJRR Ícone Linkedin TJRR Ícone Spotify TJRR Ícone TikTok TJRR Ícone Youtube TJRR

Palácio da Justiça - Desembargador Robério Nunes dos Anjos

Endereço: Praça do Centro Cívico, 296 - Centro - 69.301-380

Telefones:

3198-2800 - Palácio da Justiça
3198-4700 - Fórum Cível
3194-2699 - Fórum Criminal
3198-4900 - Prédio Administrativo
3621-5100 - Vara da Infância e Juventude

Logomarca do Tribunal de Justiça de Roraima

PLANTÕES DE ATENDIMENTO - SÁBADO, DOMINGOS E FERIADOS

Plantão Judicial 1ª Instância: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Judicial 2ª Instância: ☎ (95) 98404 3123
Núcleo de Plantão Judicial e Audiência de Custódia: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Vara da Justiça Itinerante: ☎ (95) 98404 3086

.
Acessibilidade Visual
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte