ELAS - TJRR disponibiliza grupo de apoio para mulheres vítimas de violência doméstica

 
Durante as reuniões, as mulheres relatam as violências sofridas e recebem suporte para iniciarem uma nova vida.
 
Fotos: TJRR/Arquivo
 
Imagem colorida em formato retangular mostra uma sala de reunião com sete mulheres sentadas em cadeiras formando um círculo, a foto foi tirada através de uma porta de vidro.
 
Embora cada caso seja particular, muitos padrões se repetem quando o assunto é violência doméstica. Desabafar, refletir sobre a violência sofrida, aprender com a experiência de outras mulheres, e ainda ser acolhida por especialistas pode ser o ponto de partida para que as vítimas consigam sair do ciclo de agressões. É com esta intenção que a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário retoma as atividades do Grupo Restaurativo ELAS.
 
A iniciativa propõe intervenções em grupo com vítimas de violência doméstica que possuem medida protetiva deferida por um dos juizados de violência doméstica em Boa Vista. Os encontros abordam temas referentes à violência de gênero e seus reflexos na família e no desenvolvimento humano, além de direitos da mulher e da criança.
 
A coordenadora estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJRR, juíza Suelen Alves, explica que o grupo terapêutico é uma iniciativa que busca o fortalecimento das mulheres vítimas desse tipo de violência.
 
“São realizadas terapias em grupo visando o empoderamento e o fortalecimento, para que essa mulher se cure das eventuais sequelas e consiga sair de um ciclo de violência e procure viver uma vida plena, livre de violência”, destacou.
 
Implantado desde o ano de 2017, o Grupo contabiliza um total de 192 mulheres atendidas. No ano de 2022, os trabalhos do grupo foram retomados a partir do segundo semestre, com dois ciclos restaurativos.
 
PARTICIPAÇÃO
 
Imagem ilustrativa com fundo rosa simula mãos femininas  que juntas formam um quadrado. No Centro o texto “Grupo Elas, Toda a terça-feira, 16h às 17h, fórum criminal, sala 10”.
 
O grupo é aberto para mulheres que queiram compartilhar suas experiências. Os encontros são realizados todas as terças-feiras, das 16h às 17h, no Fórum Criminal (Av. Cabo José Tabira de Alencar Macedo, 606, Caranã). Mais informações pelo telefone 3194-2649 (ligação ou WhatsApp).
 
Acompanhe a reportagem acima em aúdio: 
 

Botão Instagram TJRRBotão Youtube TJRRBotão Facebook TJRRBotão Twitter TJRR

Palácio da Justiça - Desembargador Robério Nunes dos Anjos
Endereço: Praça do Centro Cívico, 296 - Centro - 69.301-380

Telefones:

3198.2800 - Palácio da Justiça
3198.4700 - Fórum Cível
3194.2699 - Fórum Criminal
3198.4900 - Prédio Administrativo
36215100 - Vara da Infância e Juventude

Logomarca do Tribunal de Justiça de Roraima

PLANTÕES DE ATENDIMENTO - SÁBADO, DOMINGOS E FERIADOS

Plantão Judicial 1ª Instância: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Judicial 2ª Instância: ☎ (95) 98404 3123
Núcleo de Plantão Judicial e Audiência de Custódia: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Vara da Justiça Itinerante: ☎ (95) 98404 3086

Acessibilidade Visual
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte