.

Ir para o Conteúdo  | Ir para o Menu  | Ir para o rodapé  | Ir para a Busca             Acessibilidade   | Intranet  |  SIC  |  Canal de Denúncia  | Ouvidoria   Botão do Instagram do Tribunal de Justiça de Roraima   Botão de acesso a rede social Facebook do TJRR   Botão de acesso ao canal de Youtube do TJRR   Botão  da Rede Social Twitter do TJRR

Selos Prêmios TJRR       

TRÁFICO DE PESSOAS - Webinário reúne autoridades para debater o tema

 

Fotos: Nucri TJRR  

Foto do Comitê Estadual Judicial de Enfrentamento à Exploração do Trabalho em Condição Análoga a de Escravo e o Tráfico de Pessoas Coestrap-RR, em Webinário transmitido pela internet.

 

Nesta sexta-feira, 30 de julho, é o Dia Nacional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas. O Comitê Estadual Judicial de Enfrentamento à Exploração do Trabalho em Condição Análoga a de Escravo e o Tráfico de Pessoas Coestrap-RR, realizou um Webinário sobre o tema, para discutir as principais ações de combate ao crime no Estado de Roraima. O evento foi transmitido pela internet pelo canal da Escola do Poder Judiciário no Youtube, na tarde dessa quinta-feira dia 29.

Segundo a juíza Graciete Sotto Mayor Ribeiro, presidente do Coestrap-RR, o tráfico de pessoas é uma realidade no mundo e ainda é pouco discutido no Brasil, e por isso é importante  realizar debates sobre o assunto.

“Já temos um trabalho sendo realizado no Estado de Roraima e quando se fala em tráfico de pessoas, parece algo diferente da nossa realidade, mas infelizmente não é. Temos que levar em consideração nossa realidade migratória e todos os trabalhos que estão sendo feitos pelas instituições que atuam com essa questão” afirmou.

O secretário nacional do Ministério da Justiça, Cláudio de Castro Panoeiro, foi um dos painelistas do Webinário e destacou a importância do estabelecimento de Políticas Públicas para o enfretamento desse crime que existe há muito tempo e que vem se aperfeiçoando com o passar dos anos.

“O tráfico de seres humanos é algo  antigo na história da humanidade e não só aumentou como se incrementou. Desde 2006 o Brasil iniciou uma política pública mais forte, com a construção de planos nacionais de enfrentamento, com trabalhos não só de repressão, mas de prevenção e atendimento às vitimas. O plano conta parcerias de organismos nacionais e internacionais, além de diferentes atores da sociedade”, ressaltou.

O evento contou ainda com a participação da delegada de Polícia Federal Gabriela Madrid Aquino que é chefe da Delegacia de Polícia Federal em Santo Ângelo / RS e da coordenadora de Proteção na Organização Internacional para Migrações – OIM Brasil, Giulia Aguiar Camporez. Elas falaram sobre o Trabalho Escravo Contemporâneo como uma das modalidades de Tráfico de Pessoas e Contrabando no Contexto da Migração.

Conforme a coordenadora de Proteção na Organização Internacional para Migrações, Giulia Aguiar Camporez, a lei vigente do tráfico de pessoas facilita a atuação judicial, uma vez que estabeleceu um rol de finalidades e condutas antes não previstas.

“Em 2018, 5% dos trabalhadores resgatados em condição análoga a de escravo, eram migrantes na sua maioria venezuelanos e bolivianos. A assistência à vítima deve ocorrer independente de nacionalidade, e nesses casos, é feita a reinserção social do migrante vítima de tráfico, possibilitando o acesso a serviços de assistência e outros serviços sociais” afirmou.

O juiz titular da 5ª Vara do Trabalho de Macapá/AP, Jonatas dos Santos Andrade participou da mesa de abertura e os juízes membros do Coestrap-RR Gleydson Ney Silva da Rocha, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 11ª Região, e Felipe Bouzada Flores Viana, do Tribunal Regional Federal (TRF) da 1ª Região atuaram como mediadores do webinário.


Ícone WhastsApp Ícone Instagram TJRR Ícone Twitter TJRR Ícone Facebook TJRR Ícone Linkedin TJRR Ícone Spotify TJRR Ícone TikTok TJRR Ícone Youtube TJRR

Palácio da Justiça - Desembargador Robério Nunes dos Anjos

Endereço: Praça do Centro Cívico, 296 - Centro - 69.301-380

Telefones:

3198-2800 - Palácio da Justiça
3198-4700 - Fórum Cível
3194-2699 - Fórum Criminal
3198-4900 - Prédio Administrativo
3621-5100 - Vara da Infância e Juventude

Logomarca do Tribunal de Justiça de Roraima

PLANTÕES DE ATENDIMENTO - SÁBADO, DOMINGOS E FERIADOS

Plantão Judicial 1ª Instância: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Judicial 2ª Instância: ☎ (95) 98404 3123
Núcleo de Plantão Judicial e Audiência de Custódia: ☎ (95) 98404 3085
Plantão Vara da Justiça Itinerante: ☎ (95) 98404 3086

.
Acessibilidade Visual
Contraste
Aumentar Fonte
Diminuir Fonte